23 de dezembro de 2009

16 de dezembro de 2009

Surpresa!



Num país onde jogam meninas pela janela, arrastam meninos pelo asfalto e colocam dinheiro na cueca, eu ainda me surpreendo quando fazem de um bebê um vudú humano.

14 de dezembro de 2009

Luz



Achavam que minha luz* seria um cometa. Sem luz própria e que passa rapidamente sobre o céu de nossas vidas. Mas mostrou-se ser um segundo sol. E mesmo agora, onde tentam de todas as formas apagá-la, tirando o fio da tomada, essa luz brilha mais forte. É quando estamos nas trevas que as luzes ficam mais fortes.

*Luz, neste caso, refere-se á pessoa que te tira da solidão obscura. (Associação dos Sofredores de Amor "ASPA" - Somos Monalisa)



9 de dezembro de 2009

Bem vindo ao Brasil!

Quem chegou em casa cansado e com fome do seu trabalho ou de seus estudos e ligou a caixinha chamada Tv que fica em cima da sua estante e a sintonizou em algum telejornal, com certeza deve ter visto cenas de guerra. Policiais armados e montados em cavalos, spray de pimenta para todos os lados, gritos, sangue e disparos, de balas de borracha, mas ainda eram disparos.
Então você, caro leitor, me pergunta com voz de mãe que pede pra seu filho descer da árvore:

"Oh My Dog! Era no Iraque??"

Não, querido leitor. Não era no Iraque. Era no nosso lindo e absoluto Senado Brasileiro. Uma vergonha diga-se de passagem ver 4 cavalos em cima de um estudante jogado ao chão. Cavalos esse com policiais armados de cacetetes batendo impiedosamente no estudante que quase era pisoteado por 16 patas e que foi arrastado pelo asfalto por companheiros que o queriam livrar de tal situação.
Uma vergonha também ver policiais atacando quem estava alí apenas para informar. Jogar spray de pimenta em um cinegrafista, apenas por que ele resistrava toda aquela guerra entre estudantes que protestam por um país mais justo, pela retirada de um corrúpto do poder contra policias (com certeza) contratados por esses mesmo corrúptos para massacrar a liberdade do Brasil.
Em que ano estamos mesmo? Acho que no século XXI... Hm... A ditadura se foi faz algum tempo... Será?
Tomara que este blog não seja pego pela sensura!

3 de dezembro de 2009

1 mês!



Um tanto atrasado, gostaria de agradecer pelo primeiro mês do blog!
Foi no ultimo dia 1º.
(era pra ser 31, mas não temos esse dia em novembro)
Enfim...
Somente para escrever algo.

27 de novembro de 2009

A Janela do Pôr do Sol

Sandra e Pedro haviam alugado o apartamento que seria o cenário para a vida nova dos dois. Não havia móveis, apenas um sofá vermelho no meio da sala, de frente à janela de onde viam o pôr do sol. Após uma sequencia de pequenos beijo, Pedro sai para comprar algo para o jantar. Quando ele sai, Sandra pega o telefone celular e liga para a sua melhor amiga para compartilhar sua alegria. Ouvem-se tiros e pela mesma janela que vira o pôr do sol com seu amor, vê Pedromorto, caído entre uma roda de curiosos que se formara como em todas as vezes que uma vida se acaba e outra começa no meio da rua. Então ela desliga o telefone e grita, sabendo que sua felicidade é que estava caída entre os curiosos da calçada e que se deitara junto com o sol.

20 de novembro de 2009

Daquele que sinto saudades



Sinto saudades daquele...
Daquele que me ligava todo fim de semana, daqueles que saía comigo todas as sextas, daquele que me abraçava pra dormir, daquele me surpreendia, daquele que acordava de madrugada e me beijava as costas, daquele que me beijava em público, daquele que segurava minha mão por baixo da mesa, daquele que não dormia dois minutos depois do sexo, daquele que inventava encontros para nós, daquele que tinha tempo, daquele que não se aborrecia tão facilmente, daquele que me pediu em namoro.
Hoje sentimos amor, mas sinto falta de quando era adoração e paixão. O "te adoro" era dito mais vezes, olho no olho ou mesmo mudo pela janela de um ônibus antes de dez horas de viagem.
Mas a vida continua e estou louco pra te ver.

A que me machuca




É uma saudade violenta que me bate, me machuca, me rouba o ar e me deixa hematomas. Me sopra no peito um vento gelado, paraliza meu coração e expulsa lágrimas dos meus olhos, libera gritos da minha gartanta e produz sonhos durante meu sono.

Eu sei contar!


"Encontrei minhas origens em velhos arquivos, em livros. Encontrei em malditos objetos, troncos e guilhetas. Encontrei minhas origens no leste, no mar, em imundos tumbeiros. Encontrei em doces palavras, cantos, em furiosos tambores, ritos. Encontrei minhas origens na cor de minha pele, nos lanhos de minha alma, em mim. Em minha gente escura, em meus herois autivos. Encontrei! Encontrei-as enfim! Me encontrei!
Sou Délio Martins, um dos 14 000 empregados da
Caixa afro-descendentes.
20 de novembro. Dia da Consciência Negra"



Um video lindo! Com imagens e um texto esplendoroso. Mas a Caixa precisava contar seus empregados negros? Como se os separassem dos brancos?

16 de novembro de 2009

Raiva contida



Eu não suporto você! Suas fotos me dão nojo só de olhar! Tenho náuseas ao ouvir sua voz. Suas ideias e opiniões são sem fundamentos. Falo com você por educação e por ocasião. Nada nunca esteve bem, desde o dia que você apareceu. Tudo está bem quando não te vejo, quando você está o mais longe possível, sem interferir, direta ou indiretamente na minha vida social. Não é um sentimento nobre, mas eu te odeio! Não é mais somente indiferença, é um ódio gratuito das duas feições e sua voz cantada.

Mulata do Morro

Lembro daquela mulata que descia a ladeira todos os dias de manhã com uma bacia de coentro na cabeça. Lembro dos assobios que os malandros soltavam pra aquela bunda escondida no vestido vermelho. Lembro dos seus seios fartos que amamentavam seus 3 filhos de 3 homens filhos de uma puta que a abandonaram depois de aprenderem que perder o preconceito não é comer uma mulata, somente.
Lembro daquela mulata que subia a ladeira todos os dias de tarde com as mochila dos meninos nas costas. Lembro dos cochichos que as mulheres soltavam pra aquela bunda escondida no vestido vermelho. Lembro dos seus braços fortes que bateram em seus 3 homens filhos de uma puta que a abandonaram depois de aprenderem que perder o preconceito não é comer uma mulata, somente.
Lembro daquela mulata que descia a ladeira, todas as sextas de noite com o perfume forte e o cabelo arrumado. Lembro dos olhares que o pandeirista soltava pra aquela bunda escondida no vestido vermelho. Lembro dos seus olhos que choravam em casa por causa dos 3 homens filhos de uma puta que a abandonaram depois de aprenderem que perder o preconceito não é comer uma mulata, somente!

Roberto Araújo

12 de novembro de 2009

Vazio


Não sei se estou com fome. Não sei se estou com sede. Não sei se estou com sono. Também não sei se é saudade. Mas sei que algo me falta. Sinto esse vazio cada vez maior e isso me dá medo. Não daqueles medos que nos paralizam, apenas um medo comum, leve como uma pena, que mesmo leves, nos fazem espirrar.
Talvez isso seja apenas fruto do tédio.

11 de novembro de 2009

"Apagão" atinge pelo menos 9 estados brasileiros

Na noite passada, o Brasil ficou no escuro após uma falha no sistema de distribuição de energia elétrica do país. Devido a causas até então não conhecidas, pelo menos 9 estados brasileiros e o Paraguai ficaram sem eletricidade durante toda a noite. Em são Paulo, os trens e metrôs pararam, por isso, uma frota maior de ônibus circulou durante toda a noite e a madrugada para suprir as necessidades da população.
Temos, então, uma imagem de como o Brasil ficou durante o apagão:

Bianca, personagem da novela das 7, "Caras e Bocas", exibida na Rede Globo de televisão, ao ver o que acontecia em São Paulo falou: "É a treva!"

Digitam ainda os maus dedos no twitter que tudo foi culpa de um estagiário. Em Itaipú lhe disseram: "Quando sair, desliga tudo!" E assim ele o fez.
Tadiiinho...

8 de novembro de 2009

Programa de Tv








Jogo das dicas:
Silvio Santos dá as dicas:

1- Dança
2- Música
3- Processos

E uma garota da plateia responde:


-Britâni Ispí?

Super Tendência

O verão está chegando! É verdade, ele ainda não chegou. Mesmo com todo esse calor, ainda estamos na prima-vera. Mas de olho nas novas tendencias para o verão 2010, andei pesquizando algo na internet. O homem está cada vez mais preocupado com o que veste, ficando mais exigente e buscando maior conforto e estilo para compor seu guarda roupa, que ficará bem colorido neste verão. Pensando nisso o site style.com fez seu desfile com as tendências da estação do sol 2010.

Talvez eu realmente não entenda muito de moda, ou tenha um gosto um tanto quanto, careta, mas se é para ISSO compor o meu guarda-roupas, que fique bem escondido dentro dele. Não sairia com roupas assim. Fato.
E você, cara leitora do meu blog, sairia com um namorado vestido assim? E você , amigo leitor, topa comprar um modelito acima?

6 de novembro de 2009

Esquecer



Irei dormir até amanhã, agora, para esquecer minhas mágoas, já que me falta o álcool para afogá-las!

 

4 de novembro de 2009

El Muerto


Hoje de manhã, quando cheguei da universidade, soube que mataram um cara, relativamente perto da minha casa. Como alguns sabem, moro próximo a um bairro pobre localizado em um morro aqui do lado, e foi nesse bairro que ocorreu tal assassinato. Dizem que foi pela manhã após ele reagir a um assalto. Levaram o dinheiro dos porcos, coitado...
Agora à noite, mãe resolve ir visitar a casa do tal. O corpo dele já havia chegado e fomos.
Em noite de lua cheia, subimos o morro. Passamos por buracos e por sons cada vez mais estranhos e assustadores. Chegando lá, entramos na casa e vejo a cara do morto. Não o conhecia. Peço a mãe para voltar-mos pra casa, mas ela diz que quer estirar as pernas. Na verdade ela queria estirar a língua, fofocando com conhecidas que também subiram o morro. Quando saio da casa, eu o vejo. O defunto que estava envolvido em flores no caixão a 2 minutos atrás estava de pé na minha frente, vestido de branco. Vendo minha cara de assustado, ele vem em minha direção e tenta me acalmar, falando ser irmão gêmeo do que morrera. Isso não acontece todo dia. Espero não acontecer de novo.

Carnaval 2010 homenageará tradições mexicanas



A escola de Samba "Unidos do Viradouro" terá no carnaval de 2010, além dos tradicionais vermelho e branco, todas as cores da cultura mexicana. Com o enredo "México, o Paraíso das Cores, sob o Signo do Sol", que foi gravado no ultimo dia 22 na Cidade do Samba, no Rio de Janeiro, a escola promete trazer toda a magia deste maravilhoso país. O logotipo do samba do Carnaval 2009 foi lançado no dia 21 de outubro, trazendo várias cores e um mexicano usando o tradicional sombreiro em frente ao monumento da Praça da Apoteose.
"A gravação do nosso hino ontem na Cidade do Samba, foi ESPETACULAR!!!" declarou a escola de samaba através de sua página no twitter, um novo site de relacionamentos onde se postam frases curtas.


Hein?


Hoje pela manhã, depois de uma boa dose de estresse, esperando o ônibus para a aula, atrasado, diga-se de passagem, passa um senhor um tanto bêbado. Uma senhora que estava ao meu lado fala que
"Ele até tenta sair dessa vida, mas os micróbios não deixam, já dominaram ele, mesmo ele indo na igreja!"

Não me perguntem o que a imagem tem a ver com o post, afinal, as palavras da tal senhora também não faziam muito sentido.


3 de novembro de 2009

Sopa Fria


Madrugada. A gente acorda com aquela clássica fome que nos assola nas horas impróprias. Olho para os dois lado e fecho os olhos afim de esperar até o café da manhã. A barriga pede socorro e a insônia insiste em te empurrar da cama, junto com a fome. Tento não fazer barulho e caminho até a cozinha. Tropeço na maldita cadeira fora do lugar antes de chegar ao interruptor e lembrar que a lâmpada da cozinha queimou em pleno feriadão, sem restar lugares abertos para comprar uma nova. Vou até a sala e ligo a lâmpada deste cômodo para aproveitar um resquício que chega até a cozinha. Volto até a cozinha. Abro a geadeira e... LUZ! Procuro alguma coisa, mas nada me agrada. Pego um pão da tarde no armário, manteiga. Como numa regra que nunca pode ser quebrada, o pão cai. E com o lado da margarina virado para baixo. Desisto do pão. Encontro uma sopa de copo. "Prática, fácil e gostosa!" Assim era pra ser essa sopa de frango com requeijão cremoso. "Abra até a linha pontilhada sem rasgar" dizia a embalagem. Rasguei. A água já estava fervendo, pronta para ser despejada neste copo de plástico. Esqueci que panelas velhas esquentam o cabo. Me queimei. Não! Não! Nada grave. Mas na hora soltei um palavrão daqueles e soltei a panela de volta ao fogão. Pego um, dois panos de prato e despejo a água. Depois de um tempo, a sopa parece não ter cozinhado. Esperei menos que o devido ou foi por ter rasgado a embalagem? Espero mais, e a sopa continua com a mesma aparência. Canso e como. Ode está a parte cremosa que dizem na embalagem? Mamãe acorda gritando, por eu estar acordado. Me assusto e derrubo a sopa no chão. Me deito com raiva, com fome e sem sono. O dia clareia e a universidade me chama.

Previsões, confusões e confissões




Metade da População em 2020


Quase metade da nossa população será composta, em vinte ano, de idosos e crianças, dependentes economicamente da outra metade. O dado faz parte de um estudo da demógrafa Elza Berquó. Ela aponta como causas a queda da mortalidade infantil e a maior expecativa de vida mo país, que tem 8,4 milhões de idosos. Entre 2010 e 2020, o ritmo de crescimento do grupo com mais de 65 anos será de 3,8%, enquanto o da população como um todo será de 1%.
Em cerca de 20 anos nós seremos opaís com o maior número de idosos do mundo


*Nota da revista Cláudia na edição de junho de 1999.



Acho tão interessantes essas estatísticas! Queria saber prever o futuro também, mas com toda certeza, essas coisas envolvem muitos números e não tenho paciência para eles, mesmo me interessando por arquitetura e economia. Creio que tenho um liquidificador na cabeça, mesmo sabendo o que quero para o meu futuro.

2 de novembro de 2009

Aquela frase



Pedi ao sábio do meu reino que me escrevesse uma frase capaz de me trazer de volta ao chão quando eu estiver vencendo todas as guerras e a arrogancia me subir a cabeça.
Pedi que essa mesma frase também fosse capaz de me levar para o céu quando eu estiver perdendo todas as batalhas e a tristesa pousar em meu coração.
Em um pedaço de papel qualquer ele escreveu em letras grandes com tinta marrom:

"TUDO VAI PASSAR"

*História de uma tatuagem, recontada com minhas palavras.

31 de outubro de 2009

Mamma Mia!

Estamos falando do ABBA. Você, jovem leitor, pergunte ao papai e a mamãe de quem estamos falando, muito provavelmente eles os saberão.
ABBA é legal! Não sei se pelo fato do meu modo de ouvir músicas, onde fico apenas em um cd (ás vezes a uma única música) por vêz. E desta vez, ABBA é quem domina o meu aparelho de som. Com batidas legais e à frente do seu tempo, este grupo sueco conquistou meus ouvidos e já faço um monte de planos com suas melodias para o futuro.

Foto de 30 anos atrás do grupo!

VÁ DE RETRÔ!

Feliz Halloween


E viva a globalização! Feliz Halloween, também no Brasil!

"Livre" Opinião



Manifestar sua opinião em um texto é parte fundamental de uma boa escrita. Principalmente se for um texto jornalístico. Além de expressar sua opinião ao leitor, o texto fica enriquecido com a mesma. Pena que nem sempre essa opinião é respeitada. Não falo somente do leitor, esse também não é obrigado a concordar com tudo o que lê. Mas falo da empresa em que o autor encontra lugar para publicar seus artigos.Falar, ou nesse caso escrever tudo o que pensa nem sempre é tão bom para os bolsos dos donos de jornais. Existem patrocinadores que mantém o jornal funcionando e a imagem desses patrocinadores jamais deve ser ferida, caso contrário não o patrocinam mais. E é por isso que as opiniões nem sempre são respeitadas num jornal.
Se eu quero manter meu emprego como jornalista, nem sempre posso escrever o que eu quero, e sim o que o meu patrão quer. A imprensa tem o fascinante poder de levantar ou derrubar qualquer marca, empresa ou instituição que quiser. Expressando sua opinião em um texto bem escrito, um jornalista é capaz de mudar, ou pelo menos confundir a opinião de um leitor, e dependendo do que estiver escrito, ele é capaz de fazer com que o leitor, um consumidor em potencial, deixe de utilizar um produto que porventura patrocine o jornal que acabara de ler.Em busca de uma maior liberdade de expressão, muitos jornalistas acabam criando blogs independentes na internet, onde sem patrocinadores, já que o serviço de blog é gratuito, é possível expressar sua opinião livremente, mesmo que seja escondido por trás de um pseudônimo para não ser reconhecido, preservando seu emprego e imagem de “bom moço” no mundo real.

Apenas por alguns segundos




Hoje a saudade resolveu fazer pirraça! Aproveitando-se da minha situação, onde estou incomunicável, ela penetrou em minha pele, atingiu minhas veias e fez pesar o meu sangue. Sem saber o que fazer, eu apenas durmo. Fecho os olhos com força, na esperança de te ver, pelo menos em sonhos, mas tudo o que tenho como resposta é a escuridão de meus olhos.
Minha mente, desde então, tenta, desesperadamente, projetar teu cheiro, tua pele, teus olhos. E por alguns segundos, quase posso te tocar e te sentir. Mas por alguns segundos apenas, quando o que eu quero na verdade, é te ter por um longo tempo.
Tudo o que quero agora, é teu sorriso. Mas eu quero o sorriso real, não o projetado por uma mente que te busca. Quero esse sorriso, mesmo que, também, seja só por alguns segundos. Quem sabe assim, essa saudade que me invadiu hoje de manhã, resolva ir embora e me deixar em paz, pelo menos por alguns segundos...

 

Roberto Araújo

1,2,3 e...


Já! Assim nasce o "Monotonia Diária" um blog feito por mim com um pouco de cada metade que existe em mim. E foi dada a largada! Espero que gostem e até mais!